Blog de licenciatura-historia


HISTÓRIA E INTERDISCIPLINARIDADE


INTERDISCIPLINARIDADE COMO DESAFIO PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA.


O QUE É INTERDISCIPLINARIDADE?

Interdisciplinaridade é a integração de dois ou mais componentes curriculares na construção do conhecimento. A interdisciplinaridade surge como uma das respostas à necessidade de uma reconciliação epistemológica, processo necessário devido à fragmentação dos conhecimentos ocorrido com a revolução industrial e a necessidade de mão de obra especializada. A interdisciplinaridade buscou conciliar os conceitos pertencentes às diversas áreas do conhecimento a fim de promover avanços como a produção de novos conhecimentos ou mesmo, novas sub-áreas.

PODEREMOS COM PROPRIEDADE FALAR DE UMA TEORIA OU CONSEITO DA HISTÓRIA QUE É, AO MESMO TEMPO E EM SI MESMA, UMA ASSUNÇÃO ECLÉTICA DE SABERES E EXPERIÊNCIAS?

Sim. A utilização de materiais diversificados no ensino da História propicia uma maior exploração e visualização do conteúdo com enfoques diferentes, que vai de acordo com o objetivo desejado pelo professor. O livro didático não deve ser o único instrumento de ensino em uma sala de aula, pois isso limita a criatividade do professor e torna o ensino medíocre. Com o intuito de se aproximar mais do conhecimento do aluno, o professor deve utilizar também um linguagem mais simples e acessível, porém com riqueza de propostas educativas possibilitando a interdisciplinaridade.

Conforme Silva (1995, p.196), a questão do multiculturalismo na ação educativa, também é válida para a interdisciplinaridade, pois “(…) um multiculturalismo crítico certamente não propõe um encerramento e um fechamento cultural. Pelo contrário, uma perspectiva multicultural crítica supõe pontos de contato entre as culturas, capacidades de tradução entre elas”.


CONCLUSÃO

Conclui-se que acerca da interdisciplinaridade. Entretanto, ainda não foi possível formalizar um conceito capaz de unir prática e teoria com tanta eficiência junto a filósofos e educadores em torno de um consenso. Os elementos teóricos fornecem uma integração metodológica no campo interdisciplinar. Para isso, aponta a tendência de as pesquisas serem realizadas em grupos organizados ou equipes de trabalho, tomando o lugar da pesquisa individual.

 

Para dar conta do interdisciplinar consiste no estudo do mesmo objeto por diferentes disciplinas, sem que haja convergência quanto aos conceitos e métodos; e o interdisciplinar consiste em uma integração das disciplinas no nível de conceitos e métodos.

 

Demo define a interdisciplinaridade “[...] como a arte do aprofundamento com sentido de abrangência, para dar conta, ao mesmo tempo, da particularidade e da complexidade do real” (pp. 88-89).

Ele sugere a prática de pesquisa em grupo como metodologia mais indicada, pela possibilidade da cooperação qualitativa entre especialistas. Esta prática será viabilizada através das equipes de profissionais ou pesquisadores especialistas, mediados pela linguagem, pelo diálogo e pelos métodos acessíveis a todos.O contraponto da perspectiva apresentada até agora é o aporte interdisciplinar originário do paradigma educacional, que surge como proposta crítica ao movimento existente. A História é uma velha forma de conhecimento humano. Poderá ser melhor ou pior, poderá ser mais profunda ou mais superficial, mais interessante ou mais enfadonha.  E a questão da interdisciplinaridade a critério do professor regente e da conexão dos seus alunos a maneiras de diversidade.

                                          

 

HISTÓRIA E INTERDISCIPLINARIDADE

OUTROS SUBTEMAS DE SEMINÁRIOS

1. Representações étnicas e de gênero nos livros de História.

2. A utilização da linguagem cinematográfica no ensino de História.

3. Aludicidade no ensino de História.

4. Tecnologias da Informação e Comunicação no ensino de História.

5. Produção dos livros didáticos frente às potencialidades virtuais

6. O livro didático nas discussões dos limites e avanços da historiografia

7. Interdisciplinaridade como desafio para a educação básica.

8. Uso de linguagens alternativas no ensino de História.

9. O uso de imagens nas aulas de História: o silêncio que fala.

10. A música no ensino de História: transformação e arte.


NOVAS FONTES PARA PESQUISAS

<http://educacaoavante.blogspot.com/2009/05/interdisciplinaridade-como-desafio-para.htmlAcesso em 01.10.2011 ás 12h 22 min.

<http://www.unicamp.br/unicamp/divulgacao/2008/10/30/interdisciplinaridade-e-um-dos-desafios-do-magisterio-brasileiroAcesso em 02.10.2011 ás 12h 40 min.

<http://www.crmariocovas.sp.gov.br/enm_a.php?t=001Acesso em 05.10.2011 ás 14h 40 min.


REFERÊNCIAS

<http://www.infoescola.com/pedagogia/interdisciplinaridade-no-ensino-de-historia/> Acesso em 28.09.2011 ás 13h 18 min.

<http://apostarnahistoria.blogspot.com/2008/12/interdisciplinaridade-em-histria.htmlAcesso em 28.09.2011 ás 13h 20 min.

<http://www.ilea.ufrgs.br/episteme/portal/pdf/numero19/episteme19_artigo_alves_brasileiro_brito.pdf> Acesso em 28.09.2011 ás 13h 33 min.

<BURITY, J. A.  Interdisciplinaridade, discurso e diálogo científico. In: Simpósio

Interdisciplinaridade em Questão - Campina Grande: Universidade Estadual da Paraíba.

Anais, 1998.



Escrito por HISTÓRIA E INTERDISCIPLINARIDE às 12h59
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
Votação
  Dê uma nota para meu blog